domingo, 10 de janeiro de 2010

QUE É SENRYU?

A versão profana do haicai tem nome, é senryu. O que o haicai tem de espiritual, o senryu tem de mundano. Não entenda isto como pejorativo, mas é que
o senryu possui um caráter humorístico e humano, principalmente no que concerne às ditas fraquezas,
 diferentemente do haicai, que preza a natureza e o caminho espiritual.

O nome Senryu foi dado a partir do nome do haicaísta Senryu Karai (1718-1790), que foi quem propagou este gênero. Abaixo, um exemplo dele:

O ladrão:
quando eu o pego,
eis meu filho.
Senryu Karai

De acordo com o poeta Michael Welch, fazer um bom senryu é mais do que mostrar sagacidade e realizar trocadilhos, um bom senryu deve incluir “inteligência ou humor como parte de um propósito ainda mais vibrante”.

Cantina mexicana –
O garçom diz
Bon appetite.
Michael Welch

No Brasil e no mundo, muitos escritores não diferenciam o haicai do senryu, o que costuma confundir muitos que ainda não conhecem ambos os gêneros. Paulo Leminski, Helena Kolody, Millôr Fernandes são exemplos nacionais que costumam/costumavam publicar senryu utilizando o "rótulo" de haicai. Mas é bom diferenciar estes estilos, não só por didatismo, mas para que possamos nos aprofundar no espírito que percorre cada um.

com pó e mistério
a mulher ao espelho
retoca o adultério
Millôr Fernandes

O menino me ensina
como um velho sábio
o quanto sou menina
Alice Ruiz

Fontes:
http://raysweb.net/senryu/
http://en.wikipedia.org/wiki/Senryu
http://sopadepoesia.blogspot.com/2009/07/senryu.html

10 comentários:

  1. Rafael, eu sou professor e não vejo mal em ser didático. Mas, na prática, a coisa complica um pouquinho. Por exemplo, o texto da Alice pode ser interpretado - eu assim o interpreto - como um haiku, caso não implique no sentido "sexual".

    Mas a sua explanação foi perfeita.

    Obrigado pelo ensinamento.

    (Ah, eu costumo generalizar os meus três versinhos como haiku. Rafael, Rafael, você está complicando a minha vida!... Primeiro, poetrix. Agora, senryu.)

    ResponderExcluir
  2. Aproveito para perguntar: o senryu é um tipo de haiku?

    Ei, mas não se sinta na obrigação. Eu vou pesquisar.

    ResponderExcluir
  3. Hehehe, o senryu veio do haicai. Quando surgiu o senryu, o haicai já era muito praticado no Japão, então ele veio como que para dar uma outra visão através da mesma estrutura. Uma visão mais humorística e humana.
    O terceto da Alice não possui referência a natureza nem kigo, ela brinca com questões humanas, independente de ser num âmbito sexual ou não, por isso ele é senryu.
    Nota-se que a leveza e esta captação do instante aparecem em ambos os gêneros, haicai ou senryu, o que diferencia mesmo entre eles é a referência, da natureza ou do ser humano, respectivamente.
    Espero que tenha ajudado
    ;)

    ResponderExcluir
  4. Uai, não seria o senryu, portanto, o que insisto em chamar de haiku?!?
    Haikai = tradição.
    Haiku = fora da tradição.

    Ou estou muito "equivocado"?

    ResponderExcluir
  5. Então, os dois são haicais tradicionais. A diferença é que haikai é a maneira ocidentalizada de se escrever haiku, que é como no Japão se escreve haicai. hehehe

    ResponderExcluir
  6. Haicai, haikai, haiku, como diz o ditado, "é tudo farinha do mesmo saco".

    ;)

    ResponderExcluir
  7. Novidade para mim, confesso; interessante o jeito que você apresentou a coisa. vida longa ao blog!

    ResponderExcluir
  8. Valeu, Daniel! Você que também (muito bem, aliás) escreve em blog sabe o quanto matutamos para apresentar algo de uma maneira bacana para os leitores ;)

    ResponderExcluir
  9. Olha só, no meu caso, é mais profano ainda do que o senryu, porque eu pratico - por puro exercicio de iniciação - o haikai tradicional; Pois acho que todo aprendiz dessa arte tem que passar pelo haikai castiço, mesmo que não o faça com muita rigidês, como é o meu caso. Mesmo assim, meu haikai é mais profano que o senryu por falar da natureza de uma forma anarquica e não da maneira respeitosa como fazem os mais tradicionalistas. Por exemplo:

    Afrescalhado,
    o vento uivante vadia
    entre os bambus

    Trovão cortante
    rugindo no céu do outono
    parece uma sogra

    De qualquer forma, pretendo aos poucos ir me libertando dessa rigidês metrica e partir para um estilo um pouco mais livre e descontraído.
    Finalizando, haikai é munha vida e também uma extensão da minha verve humoristica.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Ao "Rafael Noris" - Muito interessante teu Blog, parabéns ^^ ! .......

    Ao "Jorginho da hora": Interessante a "geometria" dos teus "haikais anárquicos", criativos, mas eles se parecem mais com um "senryu para a natureza" entende... digo, até mesmo os menos tradicionalistas utilizam formas mais respeitosas para a natureza, pois este é o "âmago" de um haikai... já o senryu se utiliza do humor e da sátira, direcionadas ao universo humano... por isso eu brinco dizendo que vc escreve não um haikai, mas sim o que eu poderia chamar de "haikai-senryu" kk. Abração ! PS: Aos comentaristas, não sei se estarei acessando o blog, então me escrevam ao meu e-mail ^^ ! Márcio Matos ( matos88@hotmail.com )

    ResponderExcluir